Concessão de Aparados da Serra e Serra Geral fortalece agenda de ecoturismo em parques nacionais

Concessão de Aparados da Serra e Serra Geral fortalece agenda de ecoturismo em parques nacionais
R$ 260 milhões em investimento vão impulsionar ecoturismo e conservação.
Crédito: Ministério do Meio Ambiente

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) realizou nesta segunda-feira (11/1) a concorrência para a concessão dos parques nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral. Localizados entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, esses são os primeiros parques nacionais a avançarem a este ponto do novo modelo de concessões do MMA.

Com envolvimento do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia vinculada ao MMA, e do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), a concessão tem valores de investimentos estimados em R$ 260 milhões ao longo de 30 anos.

Sob o novo modelo, seis grupos apresentaram propostas para a concessão dos serviços de apoio à visitação, proteção e gestão dos parques. Em comparação às concorrências de concessão anteriores, o número de interessados quase quadruplicou, atraindo o interesse dos grupos Soul Parque, Parque Sul, Agro Latina, Consórcio Aparados da Serra, Parques dos Cânions e Construcap.

Com lance mínimo de R$ 718 mil, a concorrência fechou com proposta no valor de R$ 20,5 milhões iniciais. A proposta, feita pelo grupo vencedor Construcap, apresentou ágio de 2,700%. O grupo ficará responsável pela revitalização, modernização, operação, manutenção e gestão dos parques e deverá oferecer serviços de apoio aos turistas, incluindo alimentação, estacionamento, segurança e outros.

 

Na trilha das concessões

O edital para a concorrência foi lançado em Cambará do Sul-RS, no dia 15 de outubro deste ano, em evento que contou com a presença do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles e outras autoridades e empreendedores turísticos da região. A concorrência é um dos últimos estágios do processo de concessão, que inclui estudos de viabilidade econômica, análise por órgãos de controle, abertura de consulta pública, realização de audiência pública, road shows e outras ações realizadas para fortalecer a transparência e a participação da sociedade.