Nova tecnologia para ajudar gestores públicos

Mais de 30 municípios brasileiros já utilizam a plataforma de inteligência que aumenta a eficiência das finanças municipais

Com a missão de apoiar todos os gestores públicos a tomarem melhores decisões com base em dados, evidências e utilizando muita tecnologia, Rodolfo Fiori e Ricardo Ramos criaram a Gove, plataforma de inteligência que aumenta a eficiência das finanças municipais. De acordo com a govtech as administrações municipais geram bilhões de dados diariamente, mas pouco utilizam estas informações para tomada de decisão. Por meio de inteligência, oportunidades e gerenciamento de ações, a tecnologia pode auxiliar gestores públicos na tomada de decisão auxiliando diversas cidades brasileiras a serem mais eficientes.

A seguir a Gove destaca de que forma o administrador público ganha com a tecnologia disponível na plataforma:

Informação acessível e analisada
Principais informações e análises financeiras na palma da mão do gestor público via aplicativo Gove;

Conhecimento técnico e segurança jurídica
Boas práticas com o que há de mais interessante nas gestão pública e orientações sobre utilização de recursos e mudanças de entendimentos jurídicos;

Mais tempo para outras atividades
Atividades antes realizadas manualmente agora são automatizadas via algoritmos de inteligência da Gove;

Gestão integrada de ações
Cadência para que ações saiam do papel e visibilidade para os gestores em um só lugar;

Mais recursos
Ações de melhoria da arrecadação e otimização das despesas municipais liberando recursos para investir em prioridades;

Mas afinal, como funciona a plataforma? De acordo com Rodolfo Fiori, cofundador da Gove, o sistema é integrado aos principais sistemas da prefeitura e coleta dados e informações de diversas fontes externas que impactam as finanças municipais. Além de fazer a automatização de análises para auxiliar os gestores no processo de tomada de decisão, é possível identificar oportunidades para o município arrecadar mais, gastar melhor ou implementar ações de forma mais segura. "A plataforma ainda sugere ações e nós apoiamos a prefeitura na implementação para que as ações saiam do papel. Desta forma, os gestores têm mais tempo para focar em prioridades do governo e os municípios conseguem aumentar a eficiência das finanças públicas", comenta Fiori.



Sobre a Gove

Com sua Plataforma de Inteligência lançada em 2018, a Gove é uma govtech que trabalha para transformar o jeito que gestores públicos municipais tomam suas decisões diárias e, também, aumentar a eficiência das finanças públicas. A empresa existe para que gestores públicos municipais tomem 100% de suas decisões utilizando dados, evidências e tecnologia. A Plataforma Gove facilita o dia a dia dos gestores das finanças públicas nas cidades brasileiras através da automação de análises estratégicas necessárias para gestão financeira municipal e, também, identifica e apoia na correção de ineficiências nas receitas e despesas municipais.

Em 2018, por meio do cofundador Rodolfo Fiori, a Gove recebeu na cidade de Guadalajara (México) o prêmio de uma das 35 iniciativas mais inovadoras da América Latina. O prêmio foi concedido por uma das universidades mais respeitadas do mundo, o MIT - Massachusetts Institute of Technology. No começo de 2020 foi uma das 5 organizações brasileiras selecionadas no mapa das 100 melhores GovTechs da Ibero-América e no segundo semestre do mesmo ano, recebeu um aporte de R$ 8 milhões da Astella Investimentos, o maior já recebido por uma govtech brasileira O mapa foi realizado pela Public Tech, instituição espanhola ligada à IE Business School. Desde sua fundação, a organização foi selecionada e apoiada pelo programa de aceleração Estação Hack, primeiro centro de inovação do Facebook em parceria com a Artemísia, e também pelo programa de aceleração Google for Startups, do Google Brasil, sendo a primeira GovTech a integrar o programa.