Morre o diretor de carnaval Laíla, vítima de covid-19


O diretor de carnaval Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, conhecido como Laíla, morreu nesta sexta-feira, 18, vítima de covid-19. Ele estava internado no Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca, no Rio de Janeiro.

O sambista, de 78 anos, atualmente estava à frente da Beija-Flor.

Ele começou a carreira na Salgueiro e teve passagens ainda por Vila Isabel, União da Ilha e Unidos da Tijuca.

A Beija-Flor de Nilópolis emitiu nota lamentando a morte de Laíla, que segundo a escola "deixa uma legião de admiradores que o viram revolucionar o espetáculo da Marquês de Sapucaí ao longo de mais de 50 anos de trabalho".

O prefeito Eduardo Paes (PSD) também homenageou o sambista. "Sempre tive inveja da Beija-flor por ter esse cara e ele não estar na minha Portela. Que perda para a nossa cultura. Meus sentimentos aos amigos e familiares. Obrigado por tudo que você fez pelo carnaval carioca! Salve Laíla!", escreveu Paes no Twitter, onde publicou também uma foto ao lado de Laíla.