Comissão Europeia aprova resgate do 4 bi de euros do governo à AirFrance


A Comissão Europeia aprovou nesta quarta-feira, 7, um resgate de 4 bilhões de euros do governo francês para a Air France, tendo em vista a recapitalização da empresa. Em comunicado, a avaliação do órgão executivo é de que a "medida contribuirá para gerenciar o impacto econômico do surto de coronavírus na França", e irá "restaurar a posição do balanço e a liquidez da Air France, mantendo as salvaguardas necessárias para limitar distorções da concorrência".

"A França contribuirá com até 4 bilhões de euros para reforçar o patrimônio da Air France. Ao mesmo tempo, o apoio público virá com restrições, em particular para garantir que o Estado francês seja suficientemente remunerado, e outras medidas para limitar as distorções da concorrência", afirmou a vice-presidente executiva da Comissão Europeia, Margrethe Vestager. Como contrapartida, a Air France comprometeu-se a disponibilizar slots no aeroporto de Orly, em Paris, onde a empresa detém um poder de mercado "significativo", apontou.

Controlada pela Air France-KLM, a área holandesa e outras subsidiárias não irão se beneficiar do apoio. Hoje, em Paris, as ações da Air France-KLM tiveram alta de 5,06%.