8 das 21 metralhadoras furtadas do Exército em SP são recuperadas no Rio

Geral
Tipografia
  • Pequenina Pequena Media Grande Gigante
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Oito metralhadoras furtadas do Arsenal de Guerra, em Barueri, na Grande São Paulo, foram recuperadas nesta quinta-feira, 19, na Gardênia Azul, na zona oeste do Rio, pela Polícia Civil. São quatro metralhadoras .50 e outras quatro calibre 7,62 mm. Outras 13 armas ainda estão desaparecidas.

Dezenas de militares estão sendo investigados por falhas administrativas, disse o general Maurício Vieira Gama, chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste. Suspeita-se da participação de um cabo no furto. Quatro civis também são investigados. Foi instaurado um Inquérito Policial Militar, que corre em sigilo.

O diretor do Arsenal de Guerra de Barueri, tenente-coronel Rivelino Barata de Sousa, será exonerado por decisão do comandante do Exército, general Tomás Paiva.

De acordo com o general Maurício Gama, as armas furtadas estavam danificadas, sem condições de uso para o Exército. "As metralhadoras eram inservíveis. Não valia a pena economicamente fazer a sua recuperação para a administração militar", disse. A linha de investigação mais provável é de que as armas foram desviadas mediante furto com participação de militares do Arsenal de Guerra de São Paulo.

Ao todo 160 militares permanecem aquartelados em Barueri. "Quem for temporário com envolvimento será expulso. E os de carreira serão submetidos a processo administrativo, criminal e disciplinar. É um episódio inaceitável. As armas foram desviadas por furto com participação de militares. O crime aconteceu entre 6 e 8 de setembro" afirmou o general.

Militares que tinham encargos de fiscalização e controle poderão ser responsabilizados na esfera administrativa e disciplinar por eventuais irregularidades. Há oficiais que receberam o formulário de apuração de transgressão disciplinar. Os militares têm 72 horas para apresentar defesa. "Houve troca de cadeado e do lacre. Vamos revisar nosso processo de conferência. E quem falhou na conferência também será responsabilizado", disse o general Maurício Gama.

Por seu alto poder de fogo, metralhadoras .50 passaram a ser cobiçadas por organizações criminosas organizadas, como o Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV), que possuem armeiros especializados.

A comunidade da Gardênia Azul, na zona oeste do Rio, tradicionalmente foi um espaço ocupado pela milícia que recentemente se aliou ao Comando Vermelho. No local, foi encontrado na semana retrasada o corpo de um dos suspeitos de envolvimento no ataque que matou três médicos em um quiosque na Barra da Tijuca. A Gardênia Azul fica ao lado da Cidade de Deus, favela que é reduto do Comando Vermelho.

Em outra categoria

A décima primeira Prova do Líder do Big Brother Brasil 24 ocorreu na noite desta quinta-feira, 29, e teve como vencedor Lucas Henrique. A dinâmica teve a participação de todos os integrantes do programa e envolveu pontaria.

Com um escorregador gigante e um pote de margarina no fim da descida, os brothers tiveram de descer escorregando e acertar divisórias dentro do pote com determinadas pontuações, as três melhores pontuações partiriam para a segunda fase. O primeiro pódio levou quatro integrantes para a segunda fase: Lucas com 95 pontos, Matteus com 60 pontos, Michel e Yasmin com 40 pontos.

A segunda etapa, que zerou as pontuações iniciais, tiveram Yasmin em 4º lugar com 0 pontos, Michel em 3º lugar com 25 pontos, Matteus em 2º com 30 pontos e Lucas em 1º Lucas com 60 pontos.

O novo líder escolheu para o VIP Leidy Elin, Wanessa, Yasmin e MC Bin Laden. Nesta sexta-feira, 1, o líder terá que definir seus quatro alvos no "Na Mira do Líder".

Segundo o apresentador Tadeu Schmidt, a dinâmica da semana também contará com Big Fone tocando seis vezes e Poder Gêmeo.

Pela terceira vez, Lucas Henrique venceu a Prova do Líder no Big Brother Brasil 24 nesta quinta-feira, 29. As dinâmicas, porém, parecem ter se alterado para os participantes do programa, que passaram a definir novos alvos de voto da casa.

Wanessa Camargo pode enfrentar seu primeiro Paredão da edição após brothers que se desentenderam com a cantora nos últimos dias demonstrarem intenção de combinar votos na sister. Lucas também já definiu os colegas que pretende indicar durante o Na Mira do Líder.

Yasmin Brunet lamentou seu "azar" durante os desafios pela liderança e culpou um brother: Michel. Segundo ela, o professor "tira sua sorte" nas provas. Isabelle ainda demonstrou um incômodo em conversa com Davi após a briga entre o motorista de aplicativo e Wanessa.

Veja o resumo da madrugada do BBB 24:

Terceira liderança de Lucas Henrique

Nesta quinta, Lucas Henrique venceu a Prova do Líder pela terceira vez. A dinâmica teve a participação de todos os integrantes do programa e envolveu pontaria. O novo líder escolheu para o Vip Leidy Elin, Wanessa, Yasmin e MC Bin Laden. Nesta sexta-feira, 1, ele terá que definir seus quatro alvos no Na Mira do Líder.

Wanessa na mira dos adversários

Os brothers do quarto Fada e Davi resolveram que pretendem se proteger no próximo Paredão. Para eles, combinar votos em Wanessa, que protagonizou um desentendimento depois de assumir a briga pela perda de estalecas de Yasmin, pode ser uma opção em comum.

Segundo o motorista de aplicativo, há a possibilidade de MC Bin Laden e Giovanna também votarem na cantora. "A gente vai mirar na Wanessa e ela vai direto para o Paredão. Ela vai para o Paredão com sete votos", declarou ele.

Lucas define alvos

Lucas Henrique já definiu seus possíveis alvos para indicar durante o Na Mira do Líder. O brother revelou a intenção de indicar Fernanda, Davi, Isabelle e Michel.

Yasmin diz que Michel tira a sorte dela

Antes da Prova do Líder, Michel brinca com Yasmin que vai "tirar a sorte" da sister e toca no ombro dela. A brincadeira, porém, não agradou muito a modelo, que disse que "acredita nessas coisas". "Falando alto, eu estou com vergonha de mim, mas eu acredito", disse.

Isabelle revela incômodo após briga de Davi com Wanessa

Após Davi protagonizar uma briga com Wanessa enquanto a cantora tentava defender Yasmin pela perda de estalecas na última quarta, 28, Isabelle revelou ter ficado incomodada com a situação. Segundo a dançarina, o motorista de aplicativo não pensou sobre os riscos de enfrentar um Paredão novamente ao se envolver em uma briga que "não era dele".

"Ontem eu fiquei um pouco triste com você porque a regra principal é fugir do paredão", declarou ao brother nesta quinta. "Para mim, você se meteu em uma briga que não era sua, era um embate entre Yasmin e Alane."

O Rock in Rio anunciou nesta quinta-feira, 29, novos nomes para a edição comemorativa dos 40 anos do festival. Um deles é o do rapper americano Travis Scott, um dos artistas de destaque na cena do rap/hip-hop mundial que será a principal atração do Palco Mundo no dia 13 de setembro.

Oito vezes indicado ao Grammy, Scott ganhou notoriedade por álbuns como Astroworld, de 2018, e Utopia, lançado em 2023, e por suas parcerias com artistas como The Weeknd, Bad Bunny, Drake e Beyonce. Essa será a segunda vez de Scott no País - ele já se apresentou por aqui em 2022, no Primavera Sound, em São Paulo.

No mesmo dia 13, quem abrirá o Palco Mundo será o cantor e compositor cearense Matuê. O show terá as participações dos também brasileiros Teto e Wiu. Os três lançaram juntos a faixa Flow Espacial.

Já na programação do dia 14 as novidades são a banda americana de rock OneRepublic, de músicas como Counting Stars e Apologize, e a cantora pop sueca Zara Larsson, conhecida por sua parceria com o DJ David Guetta na faixa On My Love. Eles vão se juntar a Lulu Santos e Imagine Dragons, atrações já anunciadas anteriormente para esse dia.

Outros nomes já confirmados para o festival são Ed Sheeran, Joss Stone, Katy Perry, Gloria Gaynor, Ivete Sangalo, Jão, Gloria Groove, Iza, entre outros.

Neste ano, o Rock in Rio ocorre nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro. A produção do evento espera receber um público de 700 mil pessoas nesta edição.

Os ingressos, que já estão à venda, custam R$ 795 na modalidade inteira.